conectando rio natal

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Principal Tabela da Categoria Dicionário POTIGUÊS

Dicionário POTIGUÊS

E-mail Imprimir PDF

 

Índice


A - B - C - D - E - F - G - I - J - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - X - Z




 





A
Vamos ver se você é arrochado mesmo

 

Abestalhado - Bobo
Abigobel - Leso, sem atenção.
Abilolado - Com o miolo mole, sem juízo.
Aboticado – arregalado.
Abufelado - Chateado, com raiva.
Abusado – Chato
Acabrunhado - chateado
Achinchelar - Usar o tênis como chinelo.
Acochar - Apertar.
Acoitar - acobertar
Acolá - Ali.
Acudir – socorrer
Adular – servir em demasiado
Acunhar - Correr, fugir. "Acunha rapaz!"
Afolosar - Afrouxar.
Aí vareia - Depende.
Alpercata - Sandália de dedo.
Alteie – aumente, eleve o volume
Alvoroçado - Aperreado, nervoso.
Amarelar – ficar com medo
Amarrado - Pão-duro, mesquinho.
Amofinado – triste
Amojado – sortudo
Amostrado – exibido
Amuado - zangado
Amuquecado - Quieto, desanimado.
Antojo – enjôo
Antonte – antes de ontem
Aparelho - Vaso sanitário.
Apartar - Separar.
Aperreado - desesperado
Aperrear - Encher o saco, pertubar. "Deixe de aperreio aí!"
Apetrechada - Dotada de beleza física.
Apoito – jogar para quem pegar
Apombalhado - Leso.
Aponquetado – esquentado
Aprochegue – venha cá
Aprumado – arrumado, bem de vida
Arenga - Briga pequena.
Aresia - Conversa besta, sem fundamento.
Armador – suporte para rede de dormir
Arra - ai
Argueiro - Cisco no olho.
Ariado - Desnorteado.
Arranca-rabo - Confusão grande.
Arre égua – interjeição de desagrado
Arregassar – dobrar a manga da camisa
Arremedar - Imitar.
Arretado - Algo muito bom.
Arriado – caído cansado
Arrochadinha – mulher de vagina apertada
Arrochado – aquele que tem coragem
Arromba peito – cigarro ruim
Arrudiar - Dar a volta.
Arrumação - Tanto teimosia ("Menino! Deixa de arrumação!") quanto agito.
Atirado – metido
Atracado – abraçado, agarrado
Avexado - Com pressa.
Avia - "Venha, ande logo".
Azougue - Ímã.

Voltar ao índice



B
O Zé bateu a caçuleta mesmo.

Babão - bajulador
Bagana - balas, biscoitos, chocolates, pirulitos, chicletes... Alimentos para um lanche rápido, para se comer no cinema, etc.
Bagulho – objeto, coisa
Baia – usar no dia a dia
Baitola - Veado, bichinha.
Baixa da égua - Lugar onde ninguém quer ir, lugar muito longe.
Bajular – servir em demasiado
Baladeira - Estilingue, atiradeira.
Balaio de gato - Desorganização, confusão.
Baludo - Cheio da grana.
Bamguela – (carro) desengrenado, neutro
Banda - Pedaço de alguma coisa.
Baqueado – cansado
Baranga – mulher feia
Bascuio – resto sem valor
Basculho – sujeira, lixo
Bater a caçuleta - Morrer.
Beiço - lábios
Beréu - 1. puteiro, 2. bagunça.
Berimbelos – adereços, enfeites
Besta-fera – feio demais
Besta-quadrada – burro, sem inteligência
Bife de oião – ovo frito
Bilau - Pênis.
Biloca - Bola de gude.
Birosca – pequeno bar
Bisonho – feio e leso, sem jeito
Blimba - Estalo na orelha com o dedo.
Bocó – bobo, besta
Boiola – bichinha, veado
Boga - Ânus.
Bôjo - Sanitário.
Bora li - Vamos ali.
Borréia - Sem qualidade.
Boyzinha - Menina novinha.
Bozó - Dados.
Breado - Sujo, melado.
Brecheiro - Sabe da vida alheia, observando às escondidas.
Brega - 1. puteiro, 2. cafona.
Brenha – Lugar distante e isolado. "Rapaz, esse lugar é lá nas brenhas!"
Brocoió - Matuto, caipira.
Brotinho - Mocinha bonita.
Bruguelo - Bebê.
Bubu - Chupeta.
Bufa - Peido.
Bufento - Aquilo que perdeu a cor.
Buliçoso - Pessoa que mexe em tudo.
Butuca – espreita

Voltar ao índice



C
Eu sou mesmo um cangueiro!

Cabido - Intrometido.
Caboré - Homem esquisito.
Cabra – um homem qualquer
Cabreiro - Desconfiado.
Cabueta – dedo duro
Cacareco - Coisa velha guardada.
Cacoete - Mania.
Cafundó – lugar distante
Cagado - Sortudo.
Cagado e cuspido - Muito parecido
Caga-lona - Quem anda na carroceria de uma caminhonete.
Cagou o cibazol - Errou, não teve sucesso.
Caguetar - delatar
Caixão e vela preta - O melhor, o máximo.
Caixa bozó - Lugar muito longe.
Caixa prego – bem distante
Calibrado – meio bêbado
Califon - Sutiã, porta-peitos.
Cambada - Grupo de malandros.
Cambito - Perna fina.
Cangapé - Capotagem.
Cangote - Nuca, parte detrás do pescoço.
Cangueiro(a) - Aquele que não dirige bem.


Canhão - Mulher feia.
Caninana – cobra, pessoa ruim
Caningar - Chatear.
Canjerê - Tumulto.
Cantiga de grilo - Algo repetitivo.
Cão chupando manga - Pessoa muito feia.
Capanga – homem de confiança, segurança
Capilé - Estalo com o dedo atrás da orelha.
Caquear-se - Gestos à procura de algo.
Caraca - Sujeira de nariz.
Carão - repreensão
Carecer - Precisar.
Carecou – enganou-se
Caritó - Moça velha que não casou.
Carrapeta - pião
Carregado - 1. Alimento que pode fazer mal ao organismo. 2. Comida "pesada", que deixa a pessoa se sentindo muito cheia (alguns pratos da comida regional).
Cascaviar - Remexer, procurar.
Catimbó – macumba, despacho
Catinga - mau cheiro.
Catita – rato pequeno (filhote)
Catoco - Pedaço de coisa.
Catôta - Sujeira de nariz.
Caxaprego - Lugar distante.
Caviloso – astucioso
Cegou – errou
Cevado - Fortinho, quase gordo.
Chamboque – pedaço
Chapa – prótese dentária
Chapéu de touro - Chifre.
Chechar – roubar
Chegado – amigo
Chegue - venha, acompanhe-me.
Cheio de nove horas – pessoa delicada, minuciosa
Cheio de onda - pessoa com muita conversa, enrolação.
Cheio de pau – bêbado
Cheio de perna - envergonhado
Cheio de toddynho - Bêbado.
Chiar – reclamar de algo, curtir com o outro
Chilique – vertigem
Chitinga – mosquito de cu de cachorro
Chulipa - tapa na orelha com um dedo no sentido vertical.
Churumingar - Reclamar.
Cigarreira - Banca de revista.
Cipuada - Porrada, chibatada.
Cocorote - Cascudo.
Coisar - "verbo" multifacetado utilizado sempre que uma palavra mais apropriada não é encontrada.
Coletivo - Ônibus.
Com a bexiga - Com raiva, puto.
Comí que fiquei triste - Quando a pessoa comeu demais, até o limite.
Confeito - Balas, doces.
Corpete - soutiã
Corralinda - Coisa linda, pessoa bonita.
Corrida de ganso - O que não vale a pena.
Crica - Criança.
Cu doce – metida, importante
Cu de burro – confusão, briga (arranca rabo)
Cu de cana – pingunço, alcoólatra
Cubar – olhar, observar
Cumê - Comida
Cumbuca - pote
Cumê que ofende - Comida que pode provocar algum tipo de reação ou alergia.
Cunhão – testículos
Curiar – ficar de olho
Curriola – monte de gente
Custar - Demorar. "O ônibus está custando muito".
Custo – demora, preço

Voltar ao índice



D
Ai, eu to meio dirmantelado hoje!

Da fé – perceber, ver
Danado – Pessoa teimosa, inquieta, que não fica parado. "Ô menino danado!"
Dando siu - Chamando "psiu".
Dar corda – incentivar, alimentar conversa
Dar gelo – deixar de falar
Dar pitaco – dar opinão
Dar o grau - caprichar ao fazer algo. "Eu vou dar o grau na sua casa"
Dar o prego - Enguiçar.
Dentequeiro - dente siso.
Derna - desde
Derradeiro - Último.
Derrubado - 1. Sem ânimo, doente; 2. Sem qualidade.
Desapartar - Separar.
Descansar - Parir, dar à luz.
Descatitar - Acelerar, correr.
Desembuchar - Confessar.
Desencana - desiste
Desimbestar - Correr bastante.
Desmantelado - Maluco, muito doido.
Desmentir – corrigir a mentira. “Me arrependi e vim desmentir o que contei”
Desmilingüido - Muito magro, sem força.
Destar – deixe pra lá
Destrocar - Trocar dinheiro.
Deu a bixiga – ficou com raiva
Diab´é isso? – o que é isso?
Din-din - Sacolé, chupe-chupe, gelinho.
Dirlechado - Desorganizado, sem cuidado.
Dirmantelado – desarranjo intestinal
Doidinho(a) – um certo rapaz, uma certa moça, pessoa simpática meio amalucada.
Dô por visto - imagino
Dor de veado - dor no baço.

Voltar ao índice



E
Eita piula, o Zé caiu!

É breu – duvido!
É caixão! - é difícil, complicado.
É guerra – é brincadeira
É o novo – quando algo é muito antigo
É um porre! - Chato, péssimo.
É vera – é pra valer
Eita piula! - Interjeição de espanto.
Em riba - em cima.
Emboluado – enrolado
Embromar – enrolar, enganar
Embuchar - Engravidar.
Emburrado - chateado, de cara feia.
Empachado – cheio, comeu demais
Empanzinado - quem comeu demais.
Empatar – empedir
Empiriquitado - arrumado
Encalifado - desconfiado.
Encangado - em cima, montado.
Encarcar – apertar, socar
Encardido – sujo, amarelado
Encarnado – vermelho
Encrenqueiro – que cria confusão
Encriquilhado – parte do corpo retraída
Encruado - aquele que não cresceu.
Enfadado - cansado.
Enfastiado – sem fome
Enfezado - com raiva.
Engaiolado – preso
Engalhado – com problemas
Engilhado – enrugado
Engolir corda – acreditar, se atrever
Engrossar – zangar-se
Enguiçado – quebrado
Enrabichado – envolvido amorosamente
Enrolado – complicado, envolvido
Enredar - entregar alguém. "Meu irmão me enredou para minha mãe".
Ensacar - Pôr a blusa dentro da calça
Enterter - distrair
Entojo - enjoo.
Enxerido - assanhado.
Esbugalhado - de olhos bem abertos.
Escafedeu – desapareceu
Escanchado - montado em algo ou alguém.
Escangalhado - quebrado.
Escapulir - escapar, fugir.
Escrotagem – sacanagem
Esgotar - secar a fossa.
Esmolé - mendigo.
Esmulecer - desanimar, esmorecer.
Espichado – esticado
Espinhaço – coluna dorsal.
Espragatado - Pisado, amassado
Espritado – danado, muito agitado
Esse(a) menino(a)! - vocativo usado comalguém que não se sabe o nome
Está mordido - zangado
Estatalado - caído e todo quebrado.
Estribado - pessoa com muito dinheiro.
Estribuchar - debater-se.
Estripolia – bagunça, prezepada
Estrompado - arrombado, arregaçado.
Eu cegue - eu aposto, eu dou minha palavra
Expritada – possuída por alguma coisa

Voltar ao índice



F
Eu sou muito friorento!

 

Farda - uniforme escolar.
Fastiado - sem fome
Fazenda – tecido, pano
Fazer sabão - sexo entre lésbicas. Elas estavam fazendo sabão (amor) na praia
Fazer pouco – zombar, rir
Fechar a prova - acertar toda a prova
Fechicler - zíper de calças, bolsas etc.
Fez mal – engravidou alguém
Fi di rapariga - fdp
Fichinha - Coisa muito fácil
Filão – aquele que pede demais
Filé de borboleta - pessoa muito magra.
Foi mal! - desculpe-me!
Folote - folgado.
Frangote - moleque, adolescente.
Frechado - chato.
Friorento ou friento - aquele que sente muito frio.
Friso - grampo de cabelo.
Frivião de gente - multidão.
Fuá - um cantinho bagunçado.
Fubento - sem cor, desbotado.
Fuderoso - muito, o máximo.
Fuinha - rostinho engilhado.
Fuleiro - sem valor.
Fumando numa quenga - pessoa que tá puta da vida.
Fungar - Cheirar.
Furdunço - bagunça.
Furico ou frinfa – cu, Ânus
Furnido - forte, robusto
Futico – menininho novo
Fuxico - fofoca.
Fuzuê – tumulto

Voltar ao índice



G
Ô gaitada boa!

 

Gabola – vaidoso, orgulhoso
Gaia - Chifre.
Gaiato – engraçado
Gaitada – uma boa gargalhada
Gala – esperma
Galado – cabra que não presta
Galalau – cabra alto
Gala rala – homem que não consegue ter filhos
Galego(a) – pessoa de cabelos loiros
Gale não - "não faça essa sacanagem".
Galeto - frango.
Galinha à cabidela - galinha ao molho pardo
Gambiarra – feito no improviso
Gancho – suporte para rede
Ganança – ganância
Garapeiro – oportunista
Garguelo – boca de garrafa
Gasguita – que fala alto, gritando
Gastura - enjoo, mal-estar
Gazear – faltar aula
Gente bonita que nem presta - local onde há muitas pessoas bonitas.
Ginga - manjubinha, tipo de peixe.
Godela - conseguir algo sem pagar
Goga - vantagem
Goipada - cuspida.
Gorado - ovo estragado
Gororoba – comida feita às pressas
Gosto de gás - animado
Grade - caixa de cerveja
Grafite – lápis, lapizeira
Granganza – cabra alto
Graxa - molho de carne
Grear – zombar de alguém
Grolado – empapado
Grosso que nem parede de igreja - Pessoa grosseira
Grude – sujeira, aquele que está sempre ao lado
Guerigueri – frescura

Voltar ao índice



I
Infeliz das costa oca, eu te pego!

 

Ideia de Jerico – ideia besta, sem futuro
Imbiocar – entrar
Imbromando – enrolando, não querendo fazer nada
Impachado – muito saciado (o sujeito(a) que comeu demais)
Infeliz das costa oca – expressão para xingar alguém
Infezado – com raiva
Ingembrado – torto
Ingrugunhado – agarrado, abraçado
Inguio – ância de vômito
Inhaca - mau cheiro no sovaco
Intertido – com atenção em alguma coisa, distraído
Invocado - corajoso ou "muito bom"
Ixe! – virgem!!

Voltar ao índice



J
Eu não sou um Jaburu!

 

Jaburu – mulher feia
Jante – roda de carro
Jerimum – Abóbora
Jumenta – mulher de vagina grande
Judiar - fazer mal, maltratar, torturar
Jururu – cabisbaixo, sem ânimo

Voltar ao índice



L
Ta me dando uma leseira!

Lambioia (ô) – víbora de parede
Lambisgoia – uma qualquer
Lambusado – melado, sujo
Laminha – restinho de diheiro
Lampião – lamparina a querozene
Lapa – algo grande
Lapada – uma porrada, uma de cachaça “me dar uma lapada de cana aí”
Lapiseira – apontador de lápis
Larcar – arremessar, partir
Lavar a burra – ter sucesso em um negócio
Lenga lenga – algo sem solução rápida
Lenhou-se – ficou em má situação
Lero-lero – conversa sem futuro
Lesado – bobo
Leseira preguiça
Limão – chute fote
Leriado - Conversa fiada
Liso - Sem dinheiro
Lorota - mentira

Voltar ao índice



M
Mas que carro mamão!


Maçada – espera prolongada
Magoar – machucar a ferida
Malamenhado – mal arrumado, sem jeito
Malassombrado – um homem qualquer
Maldar – fazer mal juízo
Maloca – grupo de pessoas pouco confiáveis
Maloqueiro – vagabundo
Mamão – carro mal conservado
Maneiro – algo muito leve
Mangar – zombar, tirar um sarro, ridicularizar "aquele cara vive mangando de mim por causa do meu cabelo!"
Mangote – aglomerado, rede de pesca
Manicaca – sovino, não gasta com nada, dominado pela mulher
Manjuba – pênis
Manobrado – dominado pela mulher
Marca não! – faça não
Marear – enjoar com o mar
Marmota – coisa feia, horrível
Massa – legal, jóia
Matraca – aquele que fala demais
Medonho – danado
Meiota – meia garrafa de cachaça
Melado – bêbado
Merenda – lanche
Milacria – o que não presta (resto)
Minhaeiro – cofre para moeda
Mistura – carne que acompanha o prato
Miúdo – dinheiro trocado
Mocoronga – totalmente sem jeito
Mocotó – tornozelo
Mocréia – mulher muito feia
Moça - mulher virgem
Môco - surdo, mouco
Mói – um bocado de alguma coisa
Mói de chifre – corno
Morcego – carona indevida, pendurado
Morda aqui! – duvido, aqui ó!
Moléstia – desgraça
Mondrongo – inchaço depois da pancada
Morgado – sem ânimo
Marróia – mas olha
Morta fome – gulos, fominha
Mouco – surdo
Mufino – morfino, desanimado
Mulambo – pano velho
Mulinga - raiva
Mundiça – Gentalha, aglomerado de pobre
Munganga – careta
Muquifo – lugarzinho desarrumado
Muquirana – mão de vaca, pão duro
Muriçoca - Pernilongo.
Murrinha – azar
Mutuca – mosca grande

Voltar ao índice



N
Tirou nota perdida, vai apanhar!

Na marra – à força
Nada haver – fora de lógica, sem propósito
Não arrede o pé- não saia
Não dá um prego numa barra de sabão - não faz nada, é um preguiçoso
Não voga – não vale
Nome feio - palavrão. Menino, deixe de falar nome feio na frente das visitas
Né? – não é?
Necas – nada, não
Nego bom – doce de banana
Nera? – não era?
Nico – sagüi, mico
Nó da goiaba – ânus
Nó cego – complicado, danado demais
No osso – sem roupas íntimas
Nota perdida – nota baixa na escola
Num pé e noutro – impaciente

Voltar ao índice



O
Quem quer ovo estralado?


O bicho – muito bom, legal
O ó do borrogodó – algo desagradável
Ó xente – interjeição de espanto
Obrar – defecar
Ocê – você
Oferecida(o) – aquela (e) que se joga ao(á) outro(a)
Oitão – lateral da casa
Olho gordo – inveja
Ombreira – cabide
Ova de Curimatã - Prato típico feito com curimatã, que é um peixe de água doce.
Ovo estralado – ovo frito

Voltar ao índice



P
Não tenho nenhuma prata!

Pai d´égua – algo bom
Paçoca - Carne seca socada no pilão com farinha de mandioca e temperos
Paia – não presta, não tem qualidade
Pantim – gestos ameaçadores
Papa gerimum – potiguar, que nasceu no Rio Grande do Norte
Papa óstia – que vive na igreja
Papagaio – urinol para homens acamados
Papangu – mal arrumado, traje de carnaval
Papôco – estouro
Papudinho – pingunço (alcoólatra)
Par de jarro – duas pessoas vestidas iguais
Parangolé – adereços, enfeites
Pareia – um par
Pariceiro – comprarça, colega
Parreco – bunda
Parrudo – cabra forte
Passado – vencido, fora da validade
Passar batido – perder a oportunidade
Papel de enrolar prego - pessoa grosseira
Pastorador - flanelinha
Pastorar - vigiar. "Pastore aí meu carro"
Patola – homem muscoloso
Patota – turma, grupo de pessoas
Pé de meia – poupança
Pé de pau – árvore
Pé-de-lã – amante, alguém sem autorização
Pé-de-planta – uma árvore qualquer
Pé na bunda – levar um fora
Pé rapado - pobretão
Peba – algo sem valor.
Pedir penico - Desistir.
Pega-bode – calça curta
Pegar a pulso – a força
Pegar ar – ficar com raiva
Pegue o beco – saia, vá embora
Peguente ou preguento – pegajoso, aquilo que gruda
Peia – surra
Peinha – por muito pouco, um fino “vinha com o carro e tirou um fino na bicicleta”
Peleja – insistência
Pelezão – faz grandes jogadas para se dar bem
Penar – sofrer
Pendenga – indecisão
Pense! – imagine!
Perdoe! – diz-se ao negar esmola
Pereba – ferida
Perseguida – vagina
Picar a mula – ir embora
Piche – lama asfáltica
Picuinha – vários detalhes bestas, frescura
Pigorar – pedir com os olhos
Pilantra – safado
Pileras – piadinhas de alguém, pillhérias
Pilora – passar mal por uns instantes
Pimbada – sexo
Pindaíba – liso, totalmente sem dinheiro
Pinduricalhos – enfeites pendurados
Pinguelo – algo pendurado, apêndice
Pingunço – quem bebe muito
Pinica – empregada doméstica
Pinóia – coisa ruim
Pinote – salto, pulo
Pinta – malandro
Pirangueiro – aquele que pede muito
Piripaco – desmaio leve
Piriri – um mal-estar
Pirralho – criança ainda pequena
Pisa – surra
Pista – BR, rodovia
Pitaco – sugestão
Pitelzinho – menina ou moça bonita
Pitigorando – pedindo insistentemente
Pitoco – botão de rádio
Piúba – ponta de cigarro
Pixote – fraco, pequeno
Pixotinho – muito pequeno
Placa – forma de bolo
Pleura – um lugar qualquer, mas bem na mosca
Pomba lesa – desligado sem atenção
Porreta – algo muito legal
Pouquinho – franzino, magro, pequeno
Prastada – um monte de merda
Prata – moeda
Pregado – morto de cansaço
Prejura – algo muito feio
Prenha – grávida, gestante
Presepada – acontecimento incomum, artimanha
Primeira – algo muito bom
Priziaca – cabra chato, insistente
Pro mode? – por causa
Prumode? – pra quê?
Pudim-de-cana – bêbado
Putufu – bolo de dinheiro

Voltar ao índice



Q
Quebra queixo, bom da bexiga!


Quarar – estender a roupa no sol com sabão
Quebra queixo – geléia, cocada dura
Quebranto – mau olhado
Queima rapariga! - grito de guerra, incentivo para as meninas agitarem.
Queimar aula – faltar aula
Queimar o filme – entregar, delatar
Queixudo – cheio de moral
Quenga - prostituta.
Quengo - Cabeça.

Voltar ao índice



R
Tô numa roedeira danada!

Rabiscada – dar de ombro
Rabo de arraia – cavalo de pau
Rabo de foguete – em má situação
Radiola – equipamento de som
Racha - Pelada, jogo de futebol ou disputas em geral.
Rajar – barulho do motor de carro com defeito
Ralé – sem valor
Rançoso – com gosto ruim, estragado
Ranzinza – implicante, chato
Reada – porrada
Rebolar algo – jogar algo fora
Rebuliço – agitação
Reca – várias pessoas
Reeira – que não funciona, sem valor
Rei da cocada preta – metido a besta
Rego – coxis (cofrinho)
Reiou-se – lascou-se, complicou-se
Remanchar – enrolar, demorar
Remela - secreção ocular
Renhado – machucado
Renovar – recomeçar um relacionamento
Reparar – ajeitar, olhar
Resenha – últimas fofocas
Retumba – carga pesada de trabalho
Ribanceira – margem, beira de precipício
Roçolho – movimentação, agito
Rodagem – estrada de barro, pneus
Roedeira – dor-de-cotovelo
Roendo – com ciúmes
Rola – pênis
Rolé – dar uma volta por aí
Ronceiro – sem força, algo vagaroso
Roncha – marca de pancada
Rugi-rugi – tumulto, muita gente
Ruim das oiças – surdo
Ruma – grande quantidade

Voltar ao índice



S
Acho que soltei uma sola!

Saído – que gosta de aparecer
Saliente – exibido(a)
Sambado – bastante usado
Sapatão – lésbica
Sapigoitada – uma gozada
Sargaço – algas marinhas
Sarrabuiá – sujar-se
Sarro – namoro pesado, íntimo
Se abrir de rir – sorrir bastante
Seboso – sem higiene
Seco(ê) – louco por algo
Segunda – pedir um trago de cigarro
Sem futuro - mau negócio, pessoa despreparada ou algo que não trará benefícios. "Esse seu emprego é sem futuro!"
Sibite baleado - pessoa pequena ("sibite" é um pequeno pássaro)
Sinaleira – pisca-pisca de um carro
Siririca – masturbação feminina
Só pode! – é isso aí!
Só quer ser as pregas – só quer ser importante
Soim – mico
Sola – peido
Solto na buraqueira – com muita liberdade
Sonso – desconfiado, sem confiança
Sós to! – interjeição de admiração
Sossegar o facho – aquetar-se
Sovino – pão duro
Subeijo – resto de algo
Supetão – de repente
Surrupeio – inseto venenoso
Surrupiar – furtar, roubar
Sustança – força, vigor, energia

Voltar ao índice



T
Zezinho tá um trubufu!

Tá armado – com o pênis ereto
Tá cheio de perna – envergonhado
Ta de boi – menstruada
Tá de rosca – está demorando
Tá ligado? - Está entendendo?
Tá variando – está ficando doido
Tabaco – vagina
Tabacuda – mulher de vagina grande
Tabefe – tapa
Taioba – vagina
Taludo – homem forte
Tamborete – banco de sentar
Tamborete de forró – pessoa pequena
Tampa de furico – algo muito bom
Tapado – burro, sem inteligência
Tempo de bumba – muito antigo
Tenha estilo – tenha modos
Terraço – varanda em frente da casa
Tetéu – aquele que não dorme
Ticar – tocar, encostar
Tim-tim ovado – pessoa gorda
Tinhoso – teimoso
Tipóia – rede
Tiquim – pouquinho
Tirada – pessoa metida
Tirar o time – sair
Tirinete – muito, bastante
Tiririca – com muita raiva
Tisgo – cinza de veia
Tisna – cinza de vela
Titela – peito de galinha
Tivuco – chute muito forte
Tolete – pedaço de cocô
Tome tento – tome jeito, tenha juízo
Tope – tamanho, estatura
Torar – quebrar, partir
Torou dentro! – expressão usada em situações complicadas
Trambolho – algo sem utilidade
Trancelim – corrente de pescoço
Traquino – garoto danado
Travoso – algo que deixa um travo ou amargor na gargante
Trela – conversa, mentira
Treloso – aquele que inventa muitas histórias
Tremilique – passar mal por alguns momentos
Trempe – suporte para panela no fogo
Triscar – Tocar "O menino triscou no bolo"
Troço – pessoa feia, ruim, algo
Trololó – conversa fiada e sem futuro
Troncho – pênsil, torto
Trubufu – pessoa muito feia e gorda
Tulião – enorme pedaço de cocô
Turica – mal-estar

Voltar ao índice



U
Esse é uma unha de fome


Unha de fome – mesquinho

Voltar ao índice



V
Vareite, levaram meu carro!

Vacilar - cometer um erro, enganar-se. "Rapaz, você vacilou no jogo ontem"
Varapau – cabra alto
Vareite – interjeição de espanto
Velhaco – que não paga contas
Venda – comércio pequeno
Venta – nariz
Verter água – urinar
Vexado - apressado
Vexame - aperreio, confusão
Vigi! - por pouco, quase!
Virado num traque – acelerado e sem limites
Visse? - certo? OK?
Virar bunda-canasca - pirueta
Vogar – valer
Volta – cordão, colar
Vôts - surpresa, espanto
Vou chegar – vou sair

Voltar ao índice



X
O que você quer seu xeleléu?

Xanha - coceira na pele.
Xeleléu - puxa-saco.
Xexeiro – que não paga as contas
Xexelento – sujo
Xêxo – roubo
Xibiu – vagina
Xilindró - cadeia
Xinim - vagina
Xiringar – jogar água
Xodó - amor, paixão, pessoa querida
Xôxa - sem graça, sem futuro
Xoxota – vagina pequena
Xurumela – conversa fiada

Voltar ao índice



Z
Chico tá zaroi!

Zambeta - de pernas tortas
Zaroi ou zarolho – de olhos trocados
Zé golinha – ânus, cu
Zerado – novo
Zinabre – sujeira
Zoeira – bagunça
Zona – cabaré
Zonar – zombar, tirar um sarro, curtir com o outro
Zonzo – tonto, desnorteado
Zorra – bagunça
Zuada – barulho
Zunhada – arranhão de unhas

Voltar ao índice


Última atualização em Sáb, 05 de Junho de 2010 19:05  

Comentários  

 
0 #4 EvaJuicy 2018-08-21 02:37
Hello. I see that you don't update your site too often. I know that writing posts is boring and time
consuming. But did you know that there is a tool that allows you to create new posts using existing content
(from article directories or other pages from your niche)?

And it does it very well. The new posts are high quality and pass the copyscape
test. Search in google and try: miftolo's tools
Citação
 
 
0 #3 2011-06-15 14:21
Como não intermedio comentários por não ter tempo. Deixo livremente acreditando que as pessoas são educadas (na rede é querer demais, sei). E, estou vendo como as pessoas perdem tempo comentando com coisas em cima de assuntos que não tem nada a ver.Até viagra colocam anúncio para venda. Lamentável, mas fazer o quê, isso é o mundo virtual, como no real existe, todo tipo de pessoa.
De vez em quando como administradora entro e deleto. Mas, os que não têm o que fazer entram e comentam novamente, está insurpotável.
Teve até um que foi odiei tudo isso. Identificado como uma Suelen. Quem não gosta da natureza, não respeita o próximo, fazer o quê.
O link do comentário da pessoa que não gosta da natureza....
http://www.conectandorionatal.com.br/index.php/component/content/article/50-fotos/61-fotografia.html
Quer saber mais sobre o propósito do meu blog/site leia SOBRE O BLOG.
http://www.conectandorionatal.com.br/index.php/about-joomla.html
Citação
 
 
0 #2 2011-05-15 14:02
kkkkkkkkkkkk
Citação
 
 
0 #1 2011-01-13 22:36
muito invocado! Gostei:) kkkkk
Citação
 

Comentar

@co.mailboxxx.net


Código de segurança
Actualizar

Sou Curiosa

O que você passa a conhecer é o seu conhecimento na sua visão, então porque não passar a informação para o outro e a partir daí cada um terá sua própria visão, respeitando o conceito (pré-determinado ou não) de cada um.

 
Pensando em viajar

"Tenho o mais simples dos gostos, me contento com o melhor" Oscar Wilde.

Acredito que o melhor nem sempre quer dizer custo alto, então, procuro dentro de minhas possilibidades fazer as minhas escolhas.... Sônia.

Links com fins sociais:

Casa do Bem
Fazer o bem sem olhar a quem...
ADOTE-RN
Associação de orientação aos deficientes

Meio Ambiente

Me siga também... TWITTER
Twitter @rionatal.

Estatísticas

Visualizações de Conteúdo : 4962628