conectando rio natal

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Principal Bairros Exposição EXPOSIÇÃO A TRAJETÓRIA DE PICASSO

EXPOSIÇÃO A TRAJETÓRIA DE PICASSO

E-mail Imprimir PDF

Estava com problema no site e só agora resolvido, mesmo com exposição já fora de cartaz quis postar  a EXPOSIÇÃO A TRAJETÓRIA DE PICASSO - “Picasso: mão erudita, olho selvagem”.

Mais uma vez no centro cultural da caixa, dessa vez com amigos potiguares para ver a exposição “Picasso: mão erudita, olho selvagem”.  A mostra reúne 138 obras entre pinturas, desenhos, gravuras, esculturas, cerâmicas e fotografias pertencentes ao Musée National Picasso-Parise que  traçam um percurso cronológico e temático em torno de conjuntos que seguem as principais fases de Pablo Picasso. Se estiver a passeio pelo Rio de Janeiro não deixe de ir ver essa maravilhosa mostra, que vai até 20 de novembro.
A exposição possibilita uma rara imersão do público no universo do artista espanhol, que viveu grande parte de sua vida na França. Das 138 obras, 109 são de Picasso: 27 pinturas, 42 desenhos, 20 gravuras e 20 esculturas, incluindo 12 cerâmicas, em sua grande maioria nunca vistas no Brasil.
Também integram a mostra 22 fotografias feitas por Andres Villers (1930-2016) em parceria com Picasso, e três fotografias feitas por Pierre Manciet durante as filmagens de La vie commence demain (1949), de Nicole Védrès, no ateliê do artista em Fournas, Vallauris, na França. O filme, de 89 minutos, também poderá ser visto pelo público, junto com dois outros: Guernica (1950), de Alain Resnais e Robert Hessens, com 13 minutos, que aborda a obra-prima de Picasso, entre pinturas, desenhos e esculturas feitos por ele entre 1902 e 1949; e Le mystère Picasso (1956), de Henri-Georges Clouzot, com 78 minutos, que revela seu processo criativo.
A curadora Emilia Philippot destaca o fato de que as obras expostas revelam para o público a ligação íntima e pessoal que irriga toda a produção de Picasso, presente nos retratos íntimos da mãe do artista ou de seu primeiro filho, Paul, na celebração apaixonada da sensualidade feminina de Marie-Thèrèse Walter, e nas denúncias intransigentes dos males causados pelos conflitos contemporâneos, da Guerra Civil Espanhola ou da Ocupação da França pelas tropas alemãs. “Escolhemos aproveitar o caráter específico da coleção para esboçar um retrato do artista que questiona sua relação com a criação, entre fabricação e concepção, implantação e pensamento, mão e olho”, afirma Emilia Philippot. Estão presentes nos trabalhos as experiências vividas por Picasso. “Os laços afetivos do amante, as dúvidas do homem, as alegrias do pai de família, os compromissos do cidadão: tudo se introduzia em sua arte”, completa.
Uma característica importante da exposição é que o acervo é composto por obras selecionadas e mantidas pelo artista ao longo de sua vida. São trabalhos que estiveram ao seu lado e pertencem ao Musée National Picasso-Paris, um dos mais importantes do mundo sobre o artista, formado por doações sucessivas dos herdeiros do pintor, em 1979 e 1990. 
As obras estão dispostas de acordo com um roteiro cronológico e temático, em dez seções: O primeiro Picasso. Formação e influências (por volta de 1900); Picasso exorcista. As senhoritas de Avignon (processo da geometrização das formas); Picasso cubista. O violão (relação com a música); Picasso clássico. A máscara da antiguidade (a maternidade, o teatro e a dança); Picasso surrealista. As banhistas; Picasso engajado. Guernica (estudos da obra, fotos e foco na apresentação da tela em 1953 no Brasil/ 2ª Bienal de São Paulo; Picasso na resistência. Interiores e vanitas (processo de trabalho durante a guerra, vida doméstica e vaidades); Picasso múltiplo. A alegria da experimentação (da cerâmica ao fotograma); Picasso trabalhando. O Mistério Picasso (a magia de seu processo criativo na pintura); e O último Picasso: o triunfo do desejo (erotismo em todos seus estados).
Escolhi para postar aqui o Quadro Guernica de Pablo Picasso é uma das mais famosas pinturas do artista espanhol e uma das mais conhecidas do cubismo. Esta obra de arte revela os efeitos da guerra em uma população.
O artista espanhol se inspirou no bombardeamento da cidade Guernica no dia 26 de abril de 1937. Neste dia, aviões alemães da Legião Condor destruíram quase completamente a cidade espanhola. Guernica (ou Gernika em basco) é uma cidade da província da Biscaia, localizada na comunidade autônoma do País Basco. Veja a análise do quadro clicando aqui.

Fontes:
http://www.caixacultural.com.br/SitePages/evento-detalhe.aspx?uid=6&eid=1112

http://www20.caixa.gov.br/Paginas/Noticias/Noticia/Default.aspx?newsID=4048
http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/09/exposicao-apresenta-no-rio-139-obras-sobre-trajetoria-de-picasso.html

http://www.museepicassoparis.fr/en/biography/
https://www.significados.com.br/quadro-guernica-de-pablo-picasso/

Assuntos relacionados:
Caixa Cultural - Centro cultural da CEF
O poder de Transformação
FRIDA KAHLO CONEXÕES ENTRE MULHERES SURREALISTAS NO MÉXICO

 

Última atualização em Ter, 20 de Dezembro de 2016 17:51  

Comentar

@co.mailboxxx.net


Código de segurança
Actualizar

Sou Curiosa

O que você passa a conhecer é o seu conhecimento na sua visão, então porque não passar a informação para o outro e a partir daí cada um terá sua própria visão, respeitando o conceito (pré-determinado ou não) de cada um.

 
Pensando em viajar

"Tenho o mais simples dos gostos, me contento com o melhor" Oscar Wilde.

Acredito que o melhor nem sempre quer dizer custo alto, então, procuro dentro de minhas possilibidades fazer as minhas escolhas.... Sônia.

Links com fins sociais:

Casa do Bem
Fazer o bem sem olhar a quem...
ADOTE-RN
Associação de orientação aos deficientes

Meio Ambiente

Me siga também... TWITTER
Twitter @rionatal.

Estatísticas

Visualizações de Conteúdo : 1390982