conectando rio natal

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Principal Eventos Blocos, Frevo e Samba alegria dos foliões

Blocos, Frevo e Samba alegria dos foliões

E-mail Imprimir PDF

“O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos”
Eleanor Roosevelt, ativista norte-americana de direitos humanos.
Clique nas figuras para ampliar.

Não, não vou brincar carnaval mas hoje com o que tenho dentro de minha casa fez com que eu montasse esse post porque está tudo relacionado com o assunto.  Em  minha cozinha tenho um galo (em madeira) e também a sombrinha do frevo com uma máscara pendurada na estante e, me veio logo a cabeça o maior bloco de rua, o Galo da Madrugada. A útima vez que fui atrás foi em uma de minhas férias para Natal, passando por Recife. Não era nem aprendiz de blogueira, por isso só agora o registro. Me lembrei agora de uma jornalista aqui do Rio, Lu Larcerda já é conhecida pelo seu trabalho e se diz aprendiz de escritora. Imagina que ela é jornalista heim, achei o máximo.

Voltando ao carnaval e como diz a letra do Alceu Valença é BOM DEMAIS, vamos nessa minha gente que o carnaval é bom demais (sem fazer xixi na rua). Aqui no Rio já saí em um bloco que lembra demais estar em Olinda, sai do mercado de Laranjeiras.
Bom que o carnaval de rua no Rio cada vez mais tem blocos com diversos estilos, para todos os gostos. Escolhe o que mais lhe agrada, vem conhecer. Quem tem pique vai atrás de mais de um, com certeza. Ah e para quem não quer correr atrás de bloco ainda pode voltar aos tradicionais velhos bailes nos clubes do Rio de Janeiro. Lá em Olinda é bom que quem não quer ir atrás tem o privilégio de fazer das janelas das casas um camarote e é só ficar vendo a irreverência  dos foliões com suas fantasias. Lembro demais das vezes em vi  o Alceu Valença na janela de sua casa.

O Galo da Madrugada

É o  maior bloco de Carnaval de todo o mundo e  desfila todos os sábados de carnaval na folia de Recife-PE.  O tema deste ano para a folia é uma homenagem ao sanfoneiro Luiz Gonzaga, com o enredo “Galo, Frevo e Folião – Homenagem ao Rei do Baião”.

Hino do Galo da Madrugada
Alceu Valença

Ei pessoal, vem moçada
Carnaval começa no Galo da Madrugada (BIS)
A manhã já vem surgindo,
O sol clareia a cidade com seus raios de cristal
E o Galo da madrugada, já está na rua, saldando o Carnaval
Ei pessoal...
As donzelas estão dormindo
As cores recebendo o orvalho matinal
E o Galo da Madrugada
Já está na rua, saldando o Carnaval
Ei pessoal...
O Galo também é de briga, as esporas afiadas
E a crista é coral
E o Galo da Madrugada, já está na rua
Saldando o Carnaval
Ei pessoal...

O galo é mais um dos formatos (gigantes) representando ícones famosos no carnaval  pernambucano. O  galo fica  exposto durante os 5 dias de carnaval na ponte Duarte Coelho no centro da cidade. De todas as fotos aqui  a que me chamou mais a atenção foi a Nivaldo. As cores do galo  (clicada em 2008) com o azul do céu está lindo, lindo!. Para quem não sabe o centro de Recife é conhecido como a Veneza Brasileira. Veja o que diz uma jornalista  carioca, Mariza Cardoso, amei as fotos, clica aqui.

Fazendo uma relação com o carnaval do  Rio  de Janeiro e falando o no Rei do Baião, a escola de samba Unidos da Tijuca sai neste ano com o enredo "O Dia em Que Toda a Realeza Desembarcou na Avenida para Coroar o Rei Luiz do Sertão". O nordeste está em alta no carnaval do Rio esse ano. Já a minha escola, Salgueiro o enredo é “Cordel Branco e Encarnado”.

Enredo da UNIDOS DA TIJUCA

“O  dia em que toda a realeza desembarcou na Avenida para coroar o Rei Luiz do Sertão”
Autores: Vadinho, Josemar Manfredine, Jorge Callado e Silas Augusto
Nessa viagem arretada
"Lua" clareia a inspiração
Vejo a realeza encantada
Com as belezas do Sertão!
"Chuva, sol" meu olhar
Brilhou em terra distante
Ai, que visão deslumbrante, se avexe não!
Muié rendá é rendeira
E no tempero da feira
O barro, o mestre, a criação!
Mandacaru a flor do cerrado...
Tem "xote menina" nesse arrasta-pé
Oh! Meu Padim, santo abençoado
É promessa eu pago, me guia na fé
Em cada estação, a "triste partida"
Eu vi no cangaço Vida Severina
À margem do Chico espantei o mal
Bordando o folclore raiz cultural...
Simbora que a noite já vem, "saudades do meu São João"
"Respeita Véio Januário, seus oito baixo tinhoso que só"
"Numa serenata" feliz vou cantar
No meu pé de serra festejo ao luar...
Tijuca a luz do arauto anuncia
Na carruagem da folia, hoje tem coroação!
A minha emoção vai te convidar
Canta, Tijuca, vem comemorar
"Inté Asa Branca" encontra o pavão
Pra coroar o "Rei do Baião"

SALGUEIRO

“Cordel Branco e Encarnado”
Autores: Marcelo Motta, Tico do Gato, Ribeirinho, Dílson Marimba, Domingos PS e Diego Tavares

Sou "cabra da peste"
Oh minha "fia", eu vim de longe pro Salgueiro
Em trovas, errante, guardei
Rainhas e reis e até heróico bandoleiro
Na feira vi o meu reinado que surgia
Qual folhetim, mais um "cadim, vixe Maria!"
Os Doze do Imperador
Que conquistou o romanceiro popular
Viagem na barca, a ave encantada
Amor que vence na lenda
Mistério pairando no ar

Cabra macho justiceiro
Virgulino, é Lampião!
Salve, Antônio Conselheiro
O Profeta do Sertão

Vá de retro, sai assombração
Volta pra ilusão do Além
No repente do verso
O "bicho" perverso não pega ninguém
Oh meu "Padinho", venha me abençoar
Meu santo é forte, desse "cão" vai me apartar
Quero chegar ao céu num sonho divinal...
É carnaval! É carnaval!
Salgueiro, teus trovadores são poetas da canção
Traz sua Côrte, é dia de coroação
Não se "avexe", não

Salgueiro é amor que mora no peito
Com todo respeito, o Rei da Folia
Eu sou o cordel branco e encarnado
"Danado" pra versar na academia

Bom Demais
Alceu Valença

Eu tenho mais que tá nessa
Fazendo mesura na ponta do pé
Quando o frevo começa
Ninguém me segura
Vem ver como é
O frevo madruga
Lá em São José
Depois em Olinda
Na Praça do Jacaré
Bom demais, bom demais
Bom demais, bom demais
Menina vem depressa
Que esse frevo é bom demais
Bom demais, bom demais
Bom demais, bom demais
Menina vamos nessa
Que esse frevo é bom demais

Ps: O galo de  minha cozinha tem uma história não muito alegre mas como envolve Santa Luzia (protetora dos olhos). Um dia eu conto, quem sabe.  Afinal,  é momento de curtir os bons momentos de carnaval (para quem pode). Para os que curtem e estão atrás dos blocos, segura o xixi heim gente (difícil, mas necessário até encontrar o banheiro)!. A cidade agradece e nós também, E,  para os que não gostam merece uma organização para que a cidade circule, afinal no carnaval também se trabalha, eu sou uma delas amo o carnaval, mas no carnaval de 2010, não deu para ficar calada, como já era blogueira e presenciei, postei (Metrô e Carnaval - Urgente ).

ps1: Comecei o post com a citação acima porque tem tudo a ver comigo. Afinal meu sonho começou na avenida assistindo as escolas de samba, e está se encaminhando para se tornar uma realidade em um futuro se Deus Quiser. Me lembrou Geraldo Vandré com a música para não dizer que não falei das flores. Quem lembra de:  “caminhando e cantando e seguindo a canção, vamos todos iguais braços dados ou não...”. Para os que não conhecem a  letra completa está em leia mais.
Portanto, quando chegar o momento certo e os que quiserem abraçar o firmamento do meu sonho, seremos todos solidários e gratos.

ps2: Na vinda para casa do trabalho o metrô já está animado, muita gente vindo de Santa Tereza onde saiu o bloco das carmelitas às 15:00hs.  Mas o melhor era a alegria da moçada nos vagões e cantando marchinha, já pensou que coisa boa. Revitalizando mesmo os carnavais de rua.

Fontes:

http://www.galodamadrugada.org.br/ (o site oficial do galo)
http://www.luizluagonzaga.com.br/
http://www.carnaval2012.org/2012/02/13/carnaval-recife-2012-bloco-galo-da-madrugada-programacao/ (Fotos daqui)
http://www.carnaval2012.org/2012/01/31/bloco-galo-da-madrugada-tera-25-trios-eletricos-carnaval-recife-2012/
http://radiopbfm.com.br/1/politica/confira/destaques/noticias/galo-da-madrugada-quer-atingir-a-marca-dos-2-milhoes-de-folioes
http://www.mundodastribos.com/carnaval-2012-em-recife-precos-informacoes.html (fotos dos bonecos desse site)
http://www.trekearth.com/gallery/South_America/Brazil/Northeast/Pernambuco/Recife/photo826778.htm (foto do Nivaldo)
http://liesa.globo.com/2012/por/03-carnaval12/sambasenredo/unidosdatijuca/unidosdatijuca.htm (Liesa, conheça e ouça as músicas do carnaval 2012.
http://letras.terra.com.br/alceu-valenca/400636/ (letra do galo)

Informações atualizada em 07/02/2016.

O galo da madrugada celebra o cinquentenário de nascimento de Chico Science no carnaval 2016.

Fonte:

http://www.galodamadrugada.org.br/index.php/carnaval-2013/tema (história de Chico Science).

http://www.carnavalemolinda.com/2015/02/galo-da-madrugada-2016.html (foto do galo 2016)


 

Hino do galo
Um ano após a fundação daquele que viria a ser o maior bloco de carnaval do mundo, a diretoria do Clube sentiu a necessidade de criar uma música própria cuja letra transmitisse ao folião a mensagem principal do Galo: convocar a todos, como num canto matinal, a participarem da folia que voltara às ruas do Recife.
Assim, no ano de 1979, procurado pela diretoria do clube e incumbido de realizar tal missão, o professor José Mário Chaves criou aquela que seria a música tema do maior manifestação carnavalesca do planeta. “O Hino do Galo começou com esse pedido: fazer uma música que retratasse, realmente, o que era o Galo da Madrugada e chamar o folião, mostrando que a festa começava muito cedo”, lembra o compositor.
O resultado, todos já conhecem: um clássico que ultrapassou as décadas e mantém-vivo até hoje, 33 anos após sua primeira gravação. O Hino do Galo já foi interpretado por diversos artistas pernambucanos, entre eles Alceu Valença, na voz do qual a música ficou mais conhecida.

Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores
Geraldo Vandré

Caminhando e cantando
E seguindo a canção
Somos todos iguais
Braços dados ou não
Nas escolas, nas ruas
Campos, construções
Caminhando e cantando
E seguindo a canção
Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer
Pelos campos há fome
Em grandes plantações
Pelas ruas marchando
Indecisos cordões
Ainda fazem da flor
Seu mais forte refrão
E acreditam nas flores
Vencendo o canhão
Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer
Há soldados armados
Amados ou não
Quase todos perdidos
De armas na mão
Nos quartéis lhes ensinam
Uma antiga lição:
De morrer pela pátria
E viver sem razão
Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer
Nas escolas, nas ruas
Campos, construções
Somos todos soldados
Armados ou não
Caminhando e cantando
E seguindo a canção
Somos todos iguais
Braços dados ou não
Os amores na mente
As flores no chão
A certeza na frente
A história na mão
Caminhando e cantando
E seguindo a canção
Aprendendo e ensinando
Uma nova lição
Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer

 

 

Comentários  

 
0 #3 2012-02-19 23:24
Walter,
O Luiz gonzaga acredito ser o símbolo maior do forró, não!? Fazendo uma relação do Tom Jobim e João Gilberto para a bossa nova, Cartola com seus sambas e tantos outros de nossa MPB.
Citação
 
 
0 #2 2012-02-19 23:22
Luiz Gonzaga é a tradição do forró. É como o Tom e João Gilberto para a bossa nova, ou não!?
Citação
 
 
0 #1 2012-02-19 23:14
Gostei da homenagem ao nosso mestre maior e rei do baião Luiz Gonzaga. Sou apaixonado por esse artista Nordestino, vem desde do meu pai.
Citação
 

Comentar

@co.mailboxxx.net


Código de segurança
Actualizar

Sou Curiosa

O que você passa a conhecer é o seu conhecimento na sua visão, então porque não passar a informação para o outro e a partir daí cada um terá sua própria visão, respeitando o conceito (pré-determinado ou não) de cada um.

 
Pensando em viajar

"Tenho o mais simples dos gostos, me contento com o melhor" Oscar Wilde.

Acredito que o melhor nem sempre quer dizer custo alto, então, procuro dentro de minhas possilibidades fazer as minhas escolhas.... Sônia.

Links com fins sociais:

Casa do Bem
Fazer o bem sem olhar a quem...
ADOTE-RN
Associação de orientação aos deficientes

Meio Ambiente

Me siga também... TWITTER
Twitter @rionatal.

Estatísticas

Visualizações de Conteúdo : 1409931