conectando rio natal

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Principal

A menina que roubava livros

E-mail Imprimir PDF

Sinopse e detalhes

Durante a Segunda Guerra Mundial, uma jovem garota chamada Liesel Meminger (Sophie Nélisse) sobrevive fora de Munique através dos livros que ela rouba. Ajudada por seu pai adotivo (Geoffrey Rush), ela aprende a ler e partilhar livros com seus amigos, incluindo um homem judeu (Ben Schnetzer) que vive na clandestinidade em sua casa. Enquanto não está lendo ou estudando, ela realiza algumas tarefas para a mãe (Emily Watson) e brinca com a amigo Rudy (Nico Liersch).
Adaptação de obra homônima de Markus Zusak, A Menina que Roubava Livros conta a história da jovem Liesel Meminger, uma garota que vive com os pais adotivos na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial. Apaixonada por livros, ela acaba desenvolvendo o hábito de "roubar" obras para ler para o amigo Max, um judeu que mora clandestinamente em sua casa.
Narrada pela Morte, de forma inconstante, mas curiosa, a trama tem como ponto mais interessante a relação entre Liesel (Sophie Nélisse) e seu amiguinho Rudy (Nico Liersch). Os jovens estão bem naturais e transmitem bem a inocência e, ao mesmo tempo, a vontade de descobrir o mundo das crianças.

Os ótimos Geoffrey Rush e Emily Watson vivem os pais adotivos da protagonista, papéis quadrados e pouco complexos. Rush é o pai acolhedor e que tem momentos de quase criança, enquanto que Watson é o centro da família, uma figura dura e mal-humorada. Os personagens possuem certa variação ao longo da obra, mas nada que os torne mais interessantes.
Leia mais a crítica do AdoroCinema clicando aqui.

Fontes:
http://www.adorocinema.com/filmes/filme-204237/criticas-adorocinema/

 

Comentar

@co.mailboxxx.net


Código de segurança
Actualizar

Sou Curiosa

O que você passa a conhecer é o seu conhecimento na sua visão, então porque não passar a informação para o outro e a partir daí cada um terá sua própria visão, respeitando o conceito (pré-determinado ou não) de cada um.

 
Pensando em viajar

"Tenho o mais simples dos gostos, me contento com o melhor" Oscar Wilde.

Acredito que o melhor nem sempre quer dizer custo alto, então, procuro dentro de minhas possilibidades fazer as minhas escolhas.... Sônia.

Links com fins sociais:

Casa do Bem
Fazer o bem sem olhar a quem...
ADOTE-RN
Associação de orientação aos deficientes

Meio Ambiente

Me siga também... TWITTER
Twitter @rionatal.

Estatísticas

Visualizações de Conteúdo : 1665673