conectando rio natal

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Principal Tabela da Categoria Dicionário POTIGUÊS

Dicionário POTIGUÊS

E-mail Imprimir PDF

 

Índice


A - B - C - D - E - F - G - I - J - L - M - N - O - P - Q - R - S - T - U - V - X - Z




 





A
Vamos ver se você é arrochado mesmo

 

Abestalhado - Bobo
Abigobel - Leso, sem atenção.
Abilolado - Com o miolo mole, sem juízo.
Aboticado – arregalado.
Abufelado - Chateado, com raiva.
Abusado – Chato
Acabrunhado - chateado
Achinchelar - Usar o tênis como chinelo.
Acochar - Apertar.
Acoitar - acobertar
Acolá - Ali.
Acudir – socorrer
Adular – servir em demasiado
Acunhar - Correr, fugir. "Acunha rapaz!"
Afolosar - Afrouxar.
Aí vareia - Depende.
Alpercata - Sandália de dedo.
Alteie – aumente, eleve o volume
Alvoroçado - Aperreado, nervoso.
Amarelar – ficar com medo
Amarrado - Pão-duro, mesquinho.
Amofinado – triste
Amojado – sortudo
Amostrado – exibido
Amuado - zangado
Amuquecado - Quieto, desanimado.
Antojo – enjôo
Antonte – antes de ontem
Aparelho - Vaso sanitário.
Apartar - Separar.
Aperreado - desesperado
Aperrear - Encher o saco, pertubar. "Deixe de aperreio aí!"
Apetrechada - Dotada de beleza física.
Apoito – jogar para quem pegar
Apombalhado - Leso.
Aponquetado – esquentado
Aprochegue – venha cá
Aprumado – arrumado, bem de vida
Arenga - Briga pequena.
Aresia - Conversa besta, sem fundamento.
Armador – suporte para rede de dormir
Arra - ai
Argueiro - Cisco no olho.
Ariado - Desnorteado.
Arranca-rabo - Confusão grande.
Arre égua – interjeição de desagrado
Arregassar – dobrar a manga da camisa
Arremedar - Imitar.
Arretado - Algo muito bom.
Arriado – caído cansado
Arrochadinha – mulher de vagina apertada
Arrochado – aquele que tem coragem
Arromba peito – cigarro ruim
Arrudiar - Dar a volta.
Arrumação - Tanto teimosia ("Menino! Deixa de arrumação!") quanto agito.
Atirado – metido
Atracado – abraçado, agarrado
Avexado - Com pressa.
Avia - "Venha, ande logo".
Azougue - Ímã.

Voltar ao índice



B
O Zé bateu a caçuleta mesmo.

Babão - bajulador
Bagana - balas, biscoitos, chocolates, pirulitos, chicletes... Alimentos para um lanche rápido, para se comer no cinema, etc.
Bagulho – objeto, coisa
Baia – usar no dia a dia
Baitola - Veado, bichinha.
Baixa da égua - Lugar onde ninguém quer ir, lugar muito longe.
Bajular – servir em demasiado
Baladeira - Estilingue, atiradeira.
Balaio de gato - Desorganização, confusão.
Baludo - Cheio da grana.
Bamguela – (carro) desengrenado, neutro
Banda - Pedaço de alguma coisa.
Baqueado – cansado
Baranga – mulher feia
Bascuio – resto sem valor
Basculho – sujeira, lixo
Bater a caçuleta - Morrer.
Beiço - lábios
Beréu - 1. puteiro, 2. bagunça.
Berimbelos – adereços, enfeites
Besta-fera – feio demais
Besta-quadrada – burro, sem inteligência
Bife de oião – ovo frito
Bilau - Pênis.
Biloca - Bola de gude.
Birosca – pequeno bar
Bisonho – feio e leso, sem jeito
Blimba - Estalo na orelha com o dedo.
Bocó – bobo, besta
Boiola – bichinha, veado
Boga - Ânus.
Bôjo - Sanitário.
Bora li - Vamos ali.
Borréia - Sem qualidade.
Boyzinha - Menina novinha.
Bozó - Dados.
Breado - Sujo, melado.
Brecheiro - Sabe da vida alheia, observando às escondidas.
Brega - 1. puteiro, 2. cafona.
Brenha – Lugar distante e isolado. "Rapaz, esse lugar é lá nas brenhas!"
Brocoió - Matuto, caipira.
Brotinho - Mocinha bonita.
Bruguelo - Bebê.
Bubu - Chupeta.
Bufa - Peido.
Bufento - Aquilo que perdeu a cor.
Buliçoso - Pessoa que mexe em tudo.
Butuca – espreita

Voltar ao índice



C
Eu sou mesmo um cangueiro!

Cabido - Intrometido.
Caboré - Homem esquisito.
Cabra – um homem qualquer
Cabreiro - Desconfiado.
Cabueta – dedo duro
Cacareco - Coisa velha guardada.
Cacoete - Mania.
Cafundó – lugar distante
Cagado - Sortudo.
Cagado e cuspido - Muito parecido
Caga-lona - Quem anda na carroceria de uma caminhonete.
Cagou o cibazol - Errou, não teve sucesso.
Caguetar - delatar
Caixão e vela preta - O melhor, o máximo.
Caixa bozó - Lugar muito longe.
Caixa prego – bem distante
Calibrado – meio bêbado
Califon - Sutiã, porta-peitos.
Cambada - Grupo de malandros.
Cambito - Perna fina.
Cangapé - Capotagem.
Cangote - Nuca, parte detrás do pescoço.
Cangueiro(a) - Aquele que não dirige bem.


Canhão - Mulher feia.
Caninana – cobra, pessoa ruim
Caningar - Chatear.
Canjerê - Tumulto.
Cantiga de grilo - Algo repetitivo.
Cão chupando manga - Pessoa muito feia.
Capanga – homem de confiança, segurança
Capilé - Estalo com o dedo atrás da orelha.
Caquear-se - Gestos à procura de algo.
Caraca - Sujeira de nariz.
Carão - repreensão
Carecer - Precisar.
Carecou – enganou-se
Caritó - Moça velha que não casou.
Carrapeta - pião
Carregado - 1. Alimento que pode fazer mal ao organismo. 2. Comida "pesada", que deixa a pessoa se sentindo muito cheia (alguns pratos da comida regional).
Cascaviar - Remexer, procurar.
Catimbó – macumba, despacho
Catinga - mau cheiro.
Catita – rato pequeno (filhote)
Catoco - Pedaço de coisa.
Catôta - Sujeira de nariz.
Caxaprego - Lugar distante.
Caviloso – astucioso
Cegou – errou
Cevado - Fortinho, quase gordo.
Chamboque – pedaço
Chapa – prótese dentária
Chapéu de touro - Chifre.
Chechar – roubar
Chegado – amigo
Chegue - venha, acompanhe-me.
Cheio de nove horas – pessoa delicada, minuciosa
Cheio de onda - pessoa com muita conversa, enrolação.
Cheio de pau – bêbado
Cheio de perna - envergonhado
Cheio de toddynho - Bêbado.
Chiar – reclamar de algo, curtir com o outro
Chilique – vertigem
Chitinga – mosquito de cu de cachorro
Chulipa - tapa na orelha com um dedo no sentido vertical.
Churumingar - Reclamar.
Cigarreira - Banca de revista.
Cipuada - Porrada, chibatada.
Cocorote - Cascudo.
Coisar - "verbo" multifacetado utilizado sempre que uma palavra mais apropriada não é encontrada.
Coletivo - Ônibus.
Com a bexiga - Com raiva, puto.
Comí que fiquei triste - Quando a pessoa comeu demais, até o limite.
Confeito - Balas, doces.
Corpete - soutiã
Corralinda - Coisa linda, pessoa bonita.
Corrida de ganso - O que não vale a pena.
Crica - Criança.
Cu doce – metida, importante
Cu de burro – confusão, briga (arranca rabo)
Cu de cana – pingunço, alcoólatra
Cubar – olhar, observar
Cumê - Comida
Cumbuca - pote
Cumê que ofende - Comida que pode provocar algum tipo de reação ou alergia.
Cunhão – testículos
Curiar – ficar de olho
Curriola – monte de gente
Custar - Demorar. "O ônibus está custando muito".
Custo – demora, preço

Voltar ao índice



D
Ai, eu to meio dirmantelado hoje!

Da fé – perceber, ver
Danado – Pessoa teimosa, inquieta, que não fica parado. "Ô menino danado!"
Dando siu - Chamando "psiu".
Dar corda – incentivar, alimentar conversa
Dar gelo – deixar de falar
Dar pitaco – dar opinão
Dar o grau - caprichar ao fazer algo. "Eu vou dar o grau na sua casa"
Dar o prego - Enguiçar.
Dentequeiro - dente siso.
Derna - desde
Derradeiro - Último.
Derrubado - 1. Sem ânimo, doente; 2. Sem qualidade.
Desapartar - Separar.
Descansar - Parir, dar à luz.
Descatitar - Acelerar, correr.
Desembuchar - Confessar.
Desencana - desiste
Desimbestar - Correr bastante.
Desmantelado - Maluco, muito doido.
Desmentir – corrigir a mentira. “Me arrependi e vim desmentir o que contei”
Desmilingüido - Muito magro, sem força.
Destar – deixe pra lá
Destrocar - Trocar dinheiro.
Deu a bixiga – ficou com raiva
Diab´é isso? – o que é isso?
Din-din - Sacolé, chupe-chupe, gelinho.
Dirlechado - Desorganizado, sem cuidado.
Dirmantelado – desarranjo intestinal
Doidinho(a) – um certo rapaz, uma certa moça, pessoa simpática meio amalucada.
Dô por visto - imagino
Dor de veado - dor no baço.

Voltar ao índice



E
Eita piula, o Zé caiu!

É breu – duvido!
É caixão! - é difícil, complicado.
É guerra – é brincadeira
É o novo – quando algo é muito antigo
É um porre! - Chato, péssimo.
É vera – é pra valer
Eita piula! - Interjeição de espanto.
Em riba - em cima.
Emboluado – enrolado
Embromar – enrolar, enganar
Embuchar - Engravidar.
Emburrado - chateado, de cara feia.
Empachado – cheio, comeu demais
Empanzinado - quem comeu demais.
Empatar – empedir
Empiriquitado - arrumado
Encalifado - desconfiado.
Encangado - em cima, montado.
Encarcar – apertar, socar
Encardido – sujo, amarelado
Encarnado – vermelho
Encrenqueiro – que cria confusão
Encriquilhado – parte do corpo retraída
Encruado - aquele que não cresceu.
Enfadado - cansado.
Enfastiado – sem fome
Enfezado - com raiva.
Engaiolado – preso
Engalhado – com problemas
Engilhado – enrugado
Engolir corda – acreditar, se atrever
Engrossar – zangar-se
Enguiçado – quebrado
Enrabichado – envolvido amorosamente
Enrolado – complicado, envolvido
Enredar - entregar alguém. "Meu irmão me enredou para minha mãe".
Ensacar - Pôr a blusa dentro da calça
Enterter - distrair
Entojo - enjoo.
Enxerido - assanhado.
Esbugalhado - de olhos bem abertos.
Escafedeu – desapareceu
Escanchado - montado em algo ou alguém.
Escangalhado - quebrado.
Escapulir - escapar, fugir.
Escrotagem – sacanagem
Esgotar - secar a fossa.
Esmolé - mendigo.
Esmulecer - desanimar, esmorecer.
Espichado – esticado
Espinhaço – coluna dorsal.
Espragatado - Pisado, amassado
Espritado – danado, muito agitado
Esse(a) menino(a)! - vocativo usado comalguém que não se sabe o nome
Está mordido - zangado
Estatalado - caído e todo quebrado.
Estribado - pessoa com muito dinheiro.
Estribuchar - debater-se.
Estripolia – bagunça, prezepada
Estrompado - arrombado, arregaçado.
Eu cegue - eu aposto, eu dou minha palavra
Expritada – possuída por alguma coisa

Voltar ao índice



F
Eu sou muito friorento!

 

Farda - uniforme escolar.
Fastiado - sem fome
Fazenda – tecido, pano
Fazer sabão - sexo entre lésbicas. Elas estavam fazendo sabão (amor) na praia
Fazer pouco – zombar, rir
Fechar a prova - acertar toda a prova
Fechicler - zíper de calças, bolsas etc.
Fez mal – engravidou alguém
Fi di rapariga - fdp
Fichinha - Coisa muito fácil
Filão – aquele que pede demais
Filé de borboleta - pessoa muito magra.
Foi mal! - desculpe-me!
Folote - folgado.
Frangote - moleque, adolescente.
Frechado - chato.
Friorento ou friento - aquele que sente muito frio.
Friso - grampo de cabelo.
Frivião de gente - multidão.
Fuá - um cantinho bagunçado.
Fubento - sem cor, desbotado.
Fuderoso - muito, o máximo.
Fuinha - rostinho engilhado.
Fuleiro - sem valor.
Fumando numa quenga - pessoa que tá puta da vida.
Fungar - Cheirar.
Furdunço - bagunça.
Furico ou frinfa – cu, Ânus
Furnido - forte, robusto
Futico – menininho novo
Fuxico - fofoca.
Fuzuê – tumulto

Voltar ao índice



G
Ô gaitada boa!

 

Gabola – vaidoso, orgulhoso
Gaia - Chifre.
Gaiato – engraçado
Gaitada – uma boa gargalhada
Gala – esperma
Galado – cabra que não presta
Galalau – cabra alto
Gala rala – homem que não consegue ter filhos
Galego(a) – pessoa de cabelos loiros
Gale não - "não faça essa sacanagem".
Galeto - frango.
Galinha à cabidela - galinha ao molho pardo
Gambiarra – feito no improviso
Gancho – suporte para rede
Ganança – ganância
Garapeiro – oportunista
Garguelo – boca de garrafa
Gasguita – que fala alto, gritando
Gastura - enjoo, mal-estar
Gazear – faltar aula
Gente bonita que nem presta - local onde há muitas pessoas bonitas.
Ginga - manjubinha, tipo de peixe.
Godela - conseguir algo sem pagar
Goga - vantagem
Goipada - cuspida.
Gorado - ovo estragado
Gororoba – comida feita às pressas
Gosto de gás - animado
Grade - caixa de cerveja
Grafite – lápis, lapizeira
Granganza – cabra alto
Graxa - molho de carne
Grear – zombar de alguém
Grolado – empapado
Grosso que nem parede de igreja - Pessoa grosseira
Grude – sujeira, aquele que está sempre ao lado
Guerigueri – frescura

Voltar ao índice



I
Infeliz das costa oca, eu te pego!

 

Ideia de Jerico – ideia besta, sem futuro
Imbiocar – entrar
Imbromando – enrolando, não querendo fazer nada
Impachado – muito saciado (o sujeito(a) que comeu demais)
Infeliz das costa oca – expressão para xingar alguém
Infezado – com raiva
Ingembrado – torto
Ingrugunhado – agarrado, abraçado
Inguio – ância de vômito
Inhaca - mau cheiro no sovaco
Intertido – com atenção em alguma coisa, distraído
Invocado - corajoso ou "muito bom"
Ixe! – virgem!!

Voltar ao índice



J
Eu não sou um Jaburu!

 

Jaburu – mulher feia
Jante – roda de carro
Jerimum – Abóbora
Jumenta – mulher de vagina grande
Judiar - fazer mal, maltratar, torturar
Jururu – cabisbaixo, sem ânimo

Voltar ao índice



L
Ta me dando uma leseira!

Lambioia (ô) – víbora de parede
Lambisgoia – uma qualquer
Lambusado – melado, sujo
Laminha – restinho de diheiro
Lampião – lamparina a querozene
Lapa – algo grande
Lapada – uma porrada, uma de cachaça “me dar uma lapada de cana aí”
Lapiseira – apontador de lápis
Larcar – arremessar, partir
Lavar a burra – ter sucesso em um negócio
Lenga lenga – algo sem solução rápida
Lenhou-se – ficou em má situação
Lero-lero – conversa sem futuro
Lesado – bobo
Leseira preguiça
Limão – chute fote
Leriado - Conversa fiada
Liso - Sem dinheiro
Lorota - mentira

Voltar ao índice



M
Mas que carro mamão!


Maçada – espera prolongada
Magoar – machucar a ferida
Malamenhado – mal arrumado, sem jeito
Malassombrado – um homem qualquer
Maldar – fazer mal juízo
Maloca – grupo de pessoas pouco confiáveis
Maloqueiro – vagabundo
Mamão – carro mal conservado
Maneiro – algo muito leve
Mangar – zombar, tirar um sarro, ridicularizar "aquele cara vive mangando de mim por causa do meu cabelo!"
Mangote – aglomerado, rede de pesca
Manicaca – sovino, não gasta com nada, dominado pela mulher
Manjuba – pênis
Manobrado – dominado pela mulher
Marca não! – faça não
Marear – enjoar com o mar
Marmota – coisa feia, horrível
Massa – legal, jóia
Matraca – aquele que fala demais
Medonho – danado
Meiota – meia garrafa de cachaça
Melado – bêbado
Merenda – lanche
Milacria – o que não presta (resto)
Minhaeiro – cofre para moeda
Mistura – carne que acompanha o prato
Miúdo – dinheiro trocado
Mocoronga – totalmente sem jeito
Mocotó – tornozelo
Mocréia – mulher muito feia
Moça - mulher virgem
Môco - surdo, mouco
Mói – um bocado de alguma coisa
Mói de chifre – corno
Morcego – carona indevida, pendurado
Morda aqui! – duvido, aqui ó!
Moléstia – desgraça
Mondrongo – inchaço depois da pancada
Morgado – sem ânimo
Marróia – mas olha
Morta fome – gulos, fominha
Mouco – surdo
Mufino – morfino, desanimado
Mulambo – pano velho
Mulinga - raiva
Mundiça – Gentalha, aglomerado de pobre
Munganga – careta
Muquifo – lugarzinho desarrumado
Muquirana – mão de vaca, pão duro
Muriçoca - Pernilongo.
Murrinha – azar
Mutuca – mosca grande

Voltar ao índice



N
Tirou nota perdida, vai apanhar!

Na marra – à força
Nada haver – fora de lógica, sem propósito
Não arrede o pé- não saia
Não dá um prego numa barra de sabão - não faz nada, é um preguiçoso
Não voga – não vale
Nome feio - palavrão. Menino, deixe de falar nome feio na frente das visitas
Né? – não é?
Necas – nada, não
Nego bom – doce de banana
Nera? – não era?
Nico – sagüi, mico
Nó da goiaba – ânus
Nó cego – complicado, danado demais
No osso – sem roupas íntimas
Nota perdida – nota baixa na escola
Num pé e noutro – impaciente

Voltar ao índice



O
Quem quer ovo estralado?


O bicho – muito bom, legal
O ó do borrogodó – algo desagradável
Ó xente – interjeição de espanto
Obrar – defecar
Ocê – você
Oferecida(o) – aquela (e) que se joga ao(á) outro(a)
Oitão – lateral da casa
Olho gordo – inveja
Ombreira – cabide
Ova de Curimatã - Prato típico feito com curimatã, que é um peixe de água doce.
Ovo estralado – ovo frito

Voltar ao índice



P
Não tenho nenhuma prata!

Pai d´égua – algo bom
Paçoca - Carne seca socada no pilão com farinha de mandioca e temperos
Paia – não presta, não tem qualidade
Pantim – gestos ameaçadores
Papa gerimum – potiguar, que nasceu no Rio Grande do Norte
Papa óstia – que vive na igreja
Papagaio – urinol para homens acamados
Papangu – mal arrumado, traje de carnaval
Papôco – estouro
Papudinho – pingunço (alcoólatra)
Par de jarro – duas pessoas vestidas iguais
Parangolé – adereços, enfeites
Pareia – um par
Pariceiro – comprarça, colega
Parreco – bunda
Parrudo – cabra forte
Passado – vencido, fora da validade
Passar batido – perder a oportunidade
Papel de enrolar prego - pessoa grosseira
Pastorador - flanelinha
Pastorar - vigiar. "Pastore aí meu carro"
Patola – homem muscoloso
Patota – turma, grupo de pessoas
Pé de meia – poupança
Pé de pau – árvore
Pé-de-lã – amante, alguém sem autorização
Pé-de-planta – uma árvore qualquer
Pé na bunda – levar um fora
Pé rapado - pobretão
Peba – algo sem valor.
Pedir penico - Desistir.
Pega-bode – calça curta
Pegar a pulso – a força
Pegar ar – ficar com raiva
Pegue o beco – saia, vá embora
Peguente ou preguento – pegajoso, aquilo que gruda
Peia – surra
Peinha – por muito pouco, um fino “vinha com o carro e tirou um fino na bicicleta”
Peleja – insistência
Pelezão – faz grandes jogadas para se dar bem
Penar – sofrer
Pendenga – indecisão
Pense! – imagine!
Perdoe! – diz-se ao negar esmola
Pereba – ferida
Perseguida – vagina
Picar a mula – ir embora
Piche – lama asfáltica
Picuinha – vários detalhes bestas, frescura
Pigorar – pedir com os olhos
Pilantra – safado
Pileras – piadinhas de alguém, pillhérias
Pilora – passar mal por uns instantes
Pimbada – sexo
Pindaíba – liso, totalmente sem dinheiro
Pinduricalhos – enfeites pendurados
Pinguelo – algo pendurado, apêndice
Pingunço – quem bebe muito
Pinica – empregada doméstica
Pinóia – coisa ruim
Pinote – salto, pulo
Pinta – malandro
Pirangueiro – aquele que pede muito
Piripaco – desmaio leve
Piriri – um mal-estar
Pirralho – criança ainda pequena
Pisa – surra
Pista – BR, rodovia
Pitaco – sugestão
Pitelzinho – menina ou moça bonita
Pitigorando – pedindo insistentemente
Pitoco – botão de rádio
Piúba – ponta de cigarro
Pixote – fraco, pequeno
Pixotinho – muito pequeno
Placa – forma de bolo
Pleura – um lugar qualquer, mas bem na mosca
Pomba lesa – desligado sem atenção
Porreta – algo muito legal
Pouquinho – franzino, magro, pequeno
Prastada – um monte de merda
Prata – moeda
Pregado – morto de cansaço
Prejura – algo muito feio
Prenha – grávida, gestante
Presepada – acontecimento incomum, artimanha
Primeira – algo muito bom
Priziaca – cabra chato, insistente
Pro mode? – por causa
Prumode? – pra quê?
Pudim-de-cana – bêbado
Putufu – bolo de dinheiro

Voltar ao índice



Q
Quebra queixo, bom da bexiga!


Quarar – estender a roupa no sol com sabão
Quebra queixo – geléia, cocada dura
Quebranto – mau olhado
Queima rapariga! - grito de guerra, incentivo para as meninas agitarem.
Queimar aula – faltar aula
Queimar o filme – entregar, delatar
Queixudo – cheio de moral
Quenga - prostituta.
Quengo - Cabeça.

Voltar ao índice



R
Tô numa roedeira danada!

Rabiscada – dar de ombro
Rabo de arraia – cavalo de pau
Rabo de foguete – em má situação
Radiola – equipamento de som
Racha - Pelada, jogo de futebol ou disputas em geral.
Rajar – barulho do motor de carro com defeito
Ralé – sem valor
Rançoso – com gosto ruim, estragado
Ranzinza – implicante, chato
Reada – porrada
Rebolar algo – jogar algo fora
Rebuliço – agitação
Reca – várias pessoas
Reeira – que não funciona, sem valor
Rei da cocada preta – metido a besta
Rego – coxis (cofrinho)
Reiou-se – lascou-se, complicou-se
Remanchar – enrolar, demorar
Remela - secreção ocular
Renhado – machucado
Renovar – recomeçar um relacionamento
Reparar – ajeitar, olhar
Resenha – últimas fofocas
Retumba – carga pesada de trabalho
Ribanceira – margem, beira de precipício
Roçolho – movimentação, agito
Rodagem – estrada de barro, pneus
Roedeira – dor-de-cotovelo
Roendo – com ciúmes
Rola – pênis
Rolé – dar uma volta por aí
Ronceiro – sem força, algo vagaroso
Roncha – marca de pancada
Rugi-rugi – tumulto, muita gente
Ruim das oiças – surdo
Ruma – grande quantidade

Voltar ao índice



S
Acho que soltei uma sola!

Saído – que gosta de aparecer
Saliente – exibido(a)
Sambado – bastante usado
Sapatão – lésbica
Sapigoitada – uma gozada
Sargaço – algas marinhas
Sarrabuiá – sujar-se
Sarro – namoro pesado, íntimo
Se abrir de rir – sorrir bastante
Seboso – sem higiene
Seco(ê) – louco por algo
Segunda – pedir um trago de cigarro
Sem futuro - mau negócio, pessoa despreparada ou algo que não trará benefícios. "Esse seu emprego é sem futuro!"
Sibite baleado - pessoa pequena ("sibite" é um pequeno pássaro)
Sinaleira – pisca-pisca de um carro
Siririca – masturbação feminina
Só pode! – é isso aí!
Só quer ser as pregas – só quer ser importante
Soim – mico
Sola – peido
Solto na buraqueira – com muita liberdade
Sonso – desconfiado, sem confiança
Sós to! – interjeição de admiração
Sossegar o facho – aquetar-se
Sovino – pão duro
Subeijo – resto de algo
Supetão – de repente
Surrupeio – inseto venenoso
Surrupiar – furtar, roubar
Sustança – força, vigor, energia

Voltar ao índice



T
Zezinho tá um trubufu!

Tá armado – com o pênis ereto
Tá cheio de perna – envergonhado
Ta de boi – menstruada
Tá de rosca – está demorando
Tá ligado? - Está entendendo?
Tá variando – está ficando doido
Tabaco – vagina
Tabacuda – mulher de vagina grande
Tabefe – tapa
Taioba – vagina
Taludo – homem forte
Tamborete – banco de sentar
Tamborete de forró – pessoa pequena
Tampa de furico – algo muito bom
Tapado – burro, sem inteligência
Tempo de bumba – muito antigo
Tenha estilo – tenha modos
Terraço – varanda em frente da casa
Tetéu – aquele que não dorme
Ticar – tocar, encostar
Tim-tim ovado – pessoa gorda
Tinhoso – teimoso
Tipóia – rede
Tiquim – pouquinho
Tirada – pessoa metida
Tirar o time – sair
Tirinete – muito, bastante
Tiririca – com muita raiva
Tisgo – cinza de veia
Tisna – cinza de vela
Titela – peito de galinha
Tivuco – chute muito forte
Tolete – pedaço de cocô
Tome tento – tome jeito, tenha juízo
Tope – tamanho, estatura
Torar – quebrar, partir
Torou dentro! – expressão usada em situações complicadas
Trambolho – algo sem utilidade
Trancelim – corrente de pescoço
Traquino – garoto danado
Travoso – algo que deixa um travo ou amargor na gargante
Trela – conversa, mentira
Treloso – aquele que inventa muitas histórias
Tremilique – passar mal por alguns momentos
Trempe – suporte para panela no fogo
Triscar – Tocar "O menino triscou no bolo"
Troço – pessoa feia, ruim, algo
Trololó – conversa fiada e sem futuro
Troncho – pênsil, torto
Trubufu – pessoa muito feia e gorda
Tulião – enorme pedaço de cocô
Turica – mal-estar

Voltar ao índice



U
Esse é uma unha de fome


Unha de fome – mesquinho

Voltar ao índice



V
Vareite, levaram meu carro!

Vacilar - cometer um erro, enganar-se. "Rapaz, você vacilou no jogo ontem"
Varapau – cabra alto
Vareite – interjeição de espanto
Velhaco – que não paga contas
Venda – comércio pequeno
Venta – nariz
Verter água – urinar
Vexado - apressado
Vexame - aperreio, confusão
Vigi! - por pouco, quase!
Virado num traque – acelerado e sem limites
Visse? - certo? OK?
Virar bunda-canasca - pirueta
Vogar – valer
Volta – cordão, colar
Vôts - surpresa, espanto
Vou chegar – vou sair

Voltar ao índice



X
O que você quer seu xeleléu?

Xanha - coceira na pele.
Xeleléu - puxa-saco.
Xexeiro – que não paga as contas
Xexelento – sujo
Xêxo – roubo
Xibiu – vagina
Xilindró - cadeia
Xinim - vagina
Xiringar – jogar água
Xodó - amor, paixão, pessoa querida
Xôxa - sem graça, sem futuro
Xoxota – vagina pequena
Xurumela – conversa fiada

Voltar ao índice



Z
Chico tá zaroi!

Zambeta - de pernas tortas
Zaroi ou zarolho – de olhos trocados
Zé golinha – ânus, cu
Zerado – novo
Zinabre – sujeira
Zoeira – bagunça
Zona – cabaré
Zonar – zombar, tirar um sarro, curtir com o outro
Zonzo – tonto, desnorteado
Zorra – bagunça
Zuada – barulho
Zunhada – arranhão de unhas

Voltar ao índice


Última atualização em Sáb, 05 de Junho de 2010 19:05  

Comentários  

 
0 #3 2011-06-15 14:21
Como não intermedio comentários por não ter tempo. Deixo livremente acreditando que as pessoas são educadas (na rede é querer demais, sei). E, estou vendo como as pessoas perdem tempo comentando com coisas em cima de assuntos que não tem nada a ver.Até viagra colocam anúncio para venda. Lamentável, mas fazer o quê, isso é o mundo virtual, como no real existe, todo tipo de pessoa.
De vez em quando como administradora entro e deleto. Mas, os que não têm o que fazer entram e comentam novamente, está insurpotável.
Teve até um que foi odiei tudo isso. Identificado como uma Suelen. Quem não gosta da natureza, não respeita o próximo, fazer o quê.
O link do comentário da pessoa que não gosta da natureza....
http://www.conectandorionatal.com.br/index.php/component/content/article/50-fotos/61-fotografia.html
Quer saber mais sobre o propósito do meu blog/site leia SOBRE O BLOG.
http://www.conectandorionatal.com.br/index.php/about-joomla.html
Citação
 
 
0 #2 2011-05-15 14:02
kkkkkkkkkkkk
Citação
 
 
0 #1 2011-01-13 22:36
muito invocado! Gostei:) kkkkk
Citação
 

Comentar

@co.mailboxxx.net


Código de segurança
Actualizar

Sou Curiosa

O que você passa a conhecer é o seu conhecimento na sua visão, então porque não passar a informação para o outro e a partir daí cada um terá sua própria visão, respeitando o conceito (pré-determinado ou não) de cada um.

 
Pensando em viajar

"Tenho o mais simples dos gostos, me contento com o melhor" Oscar Wilde.

Acredito que o melhor nem sempre quer dizer custo alto, então, procuro dentro de minhas possilibidades fazer as minhas escolhas.... Sônia.

Links com fins sociais:

Casa do Bem
Fazer o bem sem olhar a quem...
ADOTE-RN
Associação de orientação aos deficientes

Meio Ambiente

Me siga também... TWITTER
Twitter @rionatal.

Estatísticas

Visualizações de Conteúdo : 1269077